BRASIL: Bolsonaro vai ao STF encontrar com ministros


O presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), foi ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta terça-feira, 1º, para uma reunião com os ministros. Bolsonaro chegou à sede do Supremo por volta das 17h30, logo depois de ter feito um pronunciamento no Palácio do Alvorada.

Essa foi a primeira manifestação de Bolsonaro depois do resultado das eleições. Ele afirmou que vai continuar cumprindo todos os mandamentos da Constituição. O presidente, que concorria à reeleição, foi derrotado nas urnas pelo candidato do PT à Presidência, Luiz Inácio Lula da Silva.

Ainda nesta terça-feira, mais cedo, o presidente havia encaminhado um convite aos ministros para que comparecessem ao Alvorada para uma reunião. Os ministros, contudo, negaram o convite, sob a justificativa de que o presidente da República ainda não havia feito uma manifestação depois do processo eleitoral.

Antes de Bolsonaro chegar à Corte, os ministros divulgaram uma nota oficial em que afirmam que consideraram importante a declaração de Bolsonaro.

“O Supremo Tribunal Federal consigna a importância do pronunciamento do presidente da República em garantir o direito de ir e vir em relação aos bloqueios e, ao determinar o início da transição, reconhecer o resultado final das eleições”, afirmou a Corte, em nota.

Fonte: Revista Oeste.


Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Aviso: nós do blog Pensando Direita estamos sendo perseguidos por políticos e seus assessores nos grupos de WhatsApp! Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Comentários