MUNDO: DITADOR AMIGO DE LULA COPIA NARRATIVA DO PETISTA PARA PRENDER OPOSITORES


Daniel Ortega, ditador da Nicarágua, afirmou na segunda-feira 9 que defenderá a aplicação da “Justiça” aos dissidentes. Aliado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o sandinista menciona o vandalismo registrado na Praça dos Três Poderes, em Brasília, para justificar as prisões de opositores.

“Temos de defender firmemente a Justiça e sua aplicação contra os criminosos”, disse o ditador, durante a cerimônia de abertura do ano legislativo de 2023.

No mesmo evento, Ortega chamou o ex-presidente Jair Bolsonaro de “fascista militar”. Ele comparou a invasão do Supremo Tribunal Federal, do Palácio do Planalto e do Congresso Nacional à invasão do Capitólio, nos Estados Unidos. Ainda traçou um paralelo desses atos com as recentes manifestações na Bolívia e no Peru.

“Isso tem a ver com a forma como o fascismo está sendo reinstaurado no mundo”, ressaltou o ditador. “Não devemos nem podemos confiar em nós mesmos, porque os terroristas de lá estão sempre conspirando e têm o financiamento do governo norte-americano e dos governos europeus.”

O ditador também convocou apoiadores para “trabalhar com energia, firmeza e disciplina, mas dormir com um olho aberto e o outro fechado, porque os bichos estão soltos”.

Fonte: Revista Oeste.

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Aviso: nós do blog Pensando Direita estamos sendo perseguidos por políticos e seus assessores nos grupos de WhatsApp! Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Comentários