Paraíba: governador cede à pressão popular, publica decreto de flexibilização, mas mantém escolas fechadas e outras restrições


O governador João Azevêdo (Cidadania) publicou ontem (03) novo decreto a respeito do funcionamento dos estabelecimentos na Paraíba, especialmente em cidades cujas bandeiras são laranjas ou vermelhas. De acordo com a medida, será permitido entre 5 e 18 de abril o funcionamento de bares e restaurantes, além de shoppings, construção civil, academias e igrejas, mas com capacidade de presença reduzida para entre 30% e 50% e horário restrito para a modalidade presencial, variando de acordo com o setor. As escolas e instituições de ensino superior permanecem sem autorização do governo para funcionar presencialmente.

Tal ato é resultado de incisivas e maciças manifestações populares, sobretudo no dia 14 de março, quando os manifestantes chegaram a protestar em frente à residência oficial do governador. A liberdade básica dos paraibanos, no entanto, segue cerceada e ameaçada.


Clique aqui e confira as novas camisas personalizadas do blog Pensando Direita!

Clique aqui para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Comentários