Brasil: líderes da Câmara se reúnem para traçar os próximos passos da PEC do voto auditável; saiba prazo e possíveis datas


Líderes institucionais da Câmara dos deputados se reúnem hoje (09), junto ao seu presidente, Arthur Lira (PP-AL), para tratar das próximas etapas de tramitação da Proposta de Emenda Constitucional do voto auditável na Casa. Uma das principais pautas gira em torno da data na qual a PEC deve ser votada em plenário: fala-se em quarta-feira (11) ou terça-feira (10). Os parlamentares contrários à proposta agem para que a votação ocorra o quanto antes, não oferecendo tempo hábil para que os representantes do governo federal, favoráveis à pauta, negociem com os deputados para viabilizar os 308 votos favoráveis, no mínimo, até o início de outubro de 2021, prazo limite para que o texto da PEC entre em vigor já nas eleições de 2022. O vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos (PL-AM), contrário ao voto auditável e oposicionista ao governo federal, afirmou o seguinte sobre o assunto:

"Para que o povo brasileiro, pelos seus legítimos representantes, deputados e deputadas, possa reafirmar o seu compromisso com o sistema eletrônico de votação, tirar essa pauta da frente para que a Câmara possa se concentrar no que importa para o Brasil. O que importa, nesse momento, são temas que garantam vacina, emprego e comida na mesa dos brasileiros.".


Aviso: nós do blog Pensando Direita estamos sendo perseguidos por políticos e seus assessores nos grupos de WhatsApp!  Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Comentários