Brasil: ex-assessor especial de Bolsonaro, Arthur Weintraub, denuncia "vazamento criminoso" de relatório da CPI da Covid para a Globo


O ex-assessor especial da presidência da república, no mandato do presidente Jair Bolsonaro, Arthur Weintraub, que é irmão do ex-ministro da Educação Abraham Weintraub, denunciou, por meio de suas redes sociais, o vazamento do relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid-19, redigido por Renan Calheiros (MDB-AL), para a rede Globo e apontou crime em tal ato. Em sua publicação, Arthur mostra um comunicado da TV Globo solicitando uma nota sobre o fato de ele estar na lista de pessoas indiciadas pela CPI. Confira a postagem e a legenda logo abaixo:



"RELATÓRIO DA CPI VAZA PRA GLOBO! "Jornalista" da globo me avisou q serei indiciado por epidemia culposa com resultado morte. Estagiária, q falou com JORNALISTA Allan, teve busca e apreensão e foi ouvida pela PF. O BANDIDO q VAZOU relatório da CPI também será? Publica isso, globo!".


Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Aviso: nós do blog Pensando Direita estamos sendo perseguidos por políticos e seus assessores nos grupos de WhatsApp!  Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Comentários

Postar um comentário

Cadastre seu e-mail na barra "seguir" para que você possa receber nossos artigos em sua caixa de entrada e nos acompanhe nas redes sociais.