BRASIL: MINISTRO DE LULA FALA EM CRIAR COTAS PARA “TRANS”

Mundo: nos EUA, parlamentares de esquerda planejam usar programa social aprovado em razão da pandemia para financiar abortos; entenda


Os congressistas do Partido Democrata dos EUA aprovaram um projeto de prestação de assistência social em face da pandemia de Covid-19. Trata-se de um pacote de US$ 1 trilhão. 

Mas o projeto, ao contrário de todos os PLs bipartidários dessa tônica aprovados em 2020, excluiu a chamada emenda Hyde, que impede financiamento federal ao aborto exceto em casos de estupro, incesto e perigo de vida da mãe. 

Quando da aprovação, vários ativistas pró-vida e congressistas americanos advertiram que, sem a emenda, somas de dinheiro poderiam ser desviadas para financiar abortos fraudulentamente. 

Ocorre que o jornal Houston Chronicle denunciou que autoridades democratas do condado esquerdista de Harris, Texas, pensam em incorrer justamente nesse desvio, em resposta à lei estadual que proscreve o aborto após seis semanas de gravidez. 

A manobra provocou a indignação dos dois republicanos no Tribunal de Comissários, além da reação de ativistas conservadores.


Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Aviso: nós do blog Pensando Direita estamos sendo perseguidos por políticos e seus assessores nos grupos de WhatsApp!  Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Comentários