BRASIL: TARCÍSIO DE FREITAS BATE MARTELO EM LEILÃO DA B3

Brasil: previsão de gastos públicos da União com o ensino aumenta para 2022; saiba as cifras


O senador Wellington Fagundes (PL-MT) conseguiu aprovar relatório que adiciona R$ 1 bilhão à pasta de Educação do Brasil. Ele é relator setorial de Educação no projeto de Lei Orçamentária de 2022. 

O recurso será retirado do Fundo Eleitoral. "Queremos garantir que este seja o Orçamento da Educação e da Ciência e Tecnologia. Conseguimos agora R$ 1 bilhão do Fundo Eleitoral para ser carreado para a Educação. Vamos chegar àquilo que era a meta: mais de R$ 140 bilhões para a Educação", afirmou o senador. 

Segundo Fagundes, ele foi, junto aos líderes partidários que integravam a Comissão Mista de Orçamento (CMO), buscar outras fontes de recurso, pelo que conseguiu totalizar R$ 2,3 bilhões a mais para Educação, Ciência e Tecnologia.


Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Aviso: nós do blog Pensando Direita estamos sendo perseguidos por políticos e seus assessores nos grupos de WhatsApp!  Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Comentários