BRASIL: SENADOR IZALCI ANALISA ANDAMENTO DA PEC DAS DROGAS

VÍDEO: GOVERNO LULA TENTA ADIAR VOTAÇÃO PARA EVITAR NOVO INSUCESSO, MAS ACABA DERROTADO NO CONGRESSO

Membros do governo buscaram articular com o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, com o objetivo de retirar o Projeto de Lei do Marco Temporal de pauta. O projeto, que estava em análise no Congresso Nacional, tem gerado debates acalorados e mobilizado diversos setores da sociedade. O Marco Temporal é uma proposta muito alvejada por pessoas contrárias ao direito de propriedade que busca estabelecer critérios para a demarcação de terras indígenas e quilombolas, com base na ocupação das áreas em uma data específica.


Apesar dos esforços dos parlamentares governistas, o presidente da Câmara não se posicionou favoravelmente à retirada do projeto de pauta. A discussão em torno do Marco Temporal tem causado divergências entre parlamentares, organizações indígenas, movimentos sociais e especialistas. Os governistas acabaram sendo derrotados na votação.

Aviso: nós do blog Pensando Direita estamos sendo perseguidos por políticos e seus assessores nos grupos de WhatsApp! Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários