BRASIL: STF FORMA MAIORIA PARA NOVO ENTENDIMENTO SOBRE FORO PRIVILEGIADO

VÍDEO: DELEGADO RAMAGEM ANUNCIA DENÚNCIA CONTRA FLÁVIO DINO NA PGR



No decorrer da sessão da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) referente aos eventos de 8 de janeiro, uma controvérsia política emergiu quando o ministro Flávio Dino, associado ao governo de Lula, recusou-se a disponibilizar os materiais requisitados pela comissão. O presidente da CPMI, Arthur Maia, ressaltou a importância de não simplesmente aceitar essa negação, uma vez que isso poderia estabelecer um precedente para futuros indivíduos seguirem o mesmo caminho.

O senador Marcos Rogério expôs supostas infrações cometidas pelo ministro Flávio Dino e questionou a priorização dos inquéritos da Polícia Federal em relação à CPMI. O senador Esperidião Amin notou que a comissão ainda não havia abordado as falhas de segurança ocorridas em 8 de janeiro.

Os legisladores criticaram a recusa de Flávio Dino em fornecer imagens e documentos. O deputado Delegado Ramagem propôs um pedido de reconsideração direcionado ao próprio Ministério e anunciou uma denúncia à Procuradoria-Geral da República. O senador Sérgio Moro esclareceu que a CPMI detém autonomia de investigação e destacou que a recusa de Flávio Dino equivale a um crime de responsabilidade, propondo um alerta ao ministro sobre as implicações dessa recusa.

Aviso: nós do blog Pensando Direita estamos sendo perseguidos por políticos e seus assessores nos grupos de WhatsApp! Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários