BRASIL: MST INVADE ÁREA DO GOVERNO FEDERAL

VÍDEO: DEPUTADOS REAGEM À PRISÃO DE EX-DIRETOR DA PRF POR ORDEM DE MORAES NO CONGRESSO

A partir do púlpito da Câmara dos Deputados, os parlamentares Cabo Gilberto Silva e Marcelo Freitas fizeram ouvir seus protestos contra a prisão do ex-diretor da Polícia Rodoviária Federal, decretada pelo ministro Alexandre de Moraes do Supremo Tribunal Federal.

O deputado Cabo Gilberto Silva trouxe à tona dúvidas sobre a passividade do Congresso perante as circunstâncias e salientou decisões que, em sua visão, destoam do ordenamento jurídico. Ele destacou que tais ações institucionais estão deixando a população perplexa e clamou por uma postura mais enérgica por parte do Congresso. O deputado Marcelo Freitas também manifestou inquietação quanto à atuação do Supremo Tribunal Federal. Ele abordou a estranheza em relação à prisão do ex-diretor da PRF e apontou para a história de intervenções do STF nos poderes do Congresso Nacional.

Freitas destacou a evidente seleção de alvos, que afeta de forma desproporcional aqueles com inclinações políticas distintas. Ele enfatizou a necessidade de o Congresso entender seu papel para contrapor tais medidas e expressou preocupação sobre tentativas do STF de legalizar certas questões, negligenciando o processo legislativo e a representação democrática. O cenário atual no Brasil gera apreensões sobre o tratamento daqueles que expressam visões divergentes. Medidas como prisões políticas, exposição de dados pessoais e inquéritos secretos conduzidos pelo STF suscitam questionamentos sobre sua legitimidade e conformidade ética, desencadeando debates sobre a preservação dos direitos fundamentais e do devido processo legal.


Aviso: nós do blog Pensando Direita estamos sendo perseguidos por políticos e seus assessores nos grupos de WhatsApp! Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários