BRASIL: SENADOR IZALCI ANALISA ANDAMENTO DA PEC DAS DROGAS

VÍDEO: MORAES DEFENDE DESCRIMINALIZAÇÃO DO PORTE DE MACONHA E DEFINE GRAMAS PARA USUÁRIO


Na quarta-feira (2/8), o Supremo Tribunal Federal (STF) retomou a análise da descriminalização do porte de drogas para uso pessoal, oito anos após o início do processo. O ministro Alexandre de Moraes foi o primeiro a apresentar seu voto-vista em plenário, propondo critérios objetivos para diferenciar usuários de traficantes.

De acordo com a tese de Moraes, seriam considerados usuários aqueles encontrados com quantidades entre 25 e 60 gramas de maconha ou até seis plantas fêmeas da substância. O ministro fez questão de destacar que essa regra se aplicaria exclusivamente à maconha e não a outras drogas, discordando assim do relator da ação, ministro Gilmar Mendes.

O tema é de suma importância para a sociedade e a discussão sobre a política de drogas no país, e a continuação do julgamento no STF é aguardada com grande expectativa.

Aviso: nós do blog Pensando Direita estamos sendo perseguidos por políticos e seus assessores nos grupos de WhatsApp! Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários