MUNDO: TRUMP IMITA BIDEN E PLATEIA CAI NA RISADA

VÍDEO: PARLAMENTARES REAGEM A GAFE DE LULA ENVOLVENDO TRIBUNAL NO EXTERIOR

Na recente participação do presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva na reunião do G20 na Índia, suas declarações controversas sobre o presidente russo, Vladimir Putin, geraram atenção internacional. Lula afirmou que Putin não seria preso caso viesse ao Brasil para a próxima reunião do grupo, ignorando uma ordem de prisão emitida pelo Tribunal Penal Internacional (TPI) relacionada a Putin.

Quando confrontado por uma repórter indiana sobre o compromisso do Brasil com o TPI como signatário do Tratado de Roma, Lula alegou desconhecer a existência do tribunal e questionou por que os Estados Unidos não eram parte do tratado. Suas afirmações contraditórias geraram críticas de políticos brasileiros, incluindo o senador Rogério Marinho e o ex-juiz Sergio Moro.

O episódio levantou questões sobre a consistência das políticas externas brasileiras e gerou um debate sobre o compromisso do país com os acordos internacionais, como o Tratado de Roma, que visa promover a justiça internacional e a proteção dos direitos humanos. A polêmica em torno das declarações de Lula continua a ecoar no cenário político brasileiro e internacional.

Aviso: nós do blog Pensando Direita estamos sendo perseguidos por políticos e seus assessores nos grupos de WhatsApp! Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários