BRASIL: MORO EXPÕE PROBLEMA ABSURDO DO GOVERNO LULA

BRASIL: PAUTA PARA CENSURA DE REDES SOCIAIS VOLTA AO CONGRESSO

Após a trágica morte de Jéssica Vitória, vítima de fake news envolvendo o humorista Whindersson Nunes, o Congresso Nacional retomará as discussões sobre a regulamentação das redes sociais. O caso gerou repercussão imediata em Brasília, com ministros e membros do congresso manifestando a necessidade de retomar o projeto de lei que trata das fake news, atualmente parado na Câmara dos Deputados. 

Confira detalhes no vídeo:


O projeto, de autoria do deputado federal Orlando Silva, propõe medidas para coibir a disseminação de informações falsas e desinformação. A jovem de 22 anos tirou a própria vida devido à pressão gerada por fake news que a ligavam, falsamente, a um suposto relacionamento com Whindersson Nunes. 

O humorista, envolvido na situação, anunciou nas redes sociais seu comprometimento em trabalhar pela regulamentação das redes sociais, buscando responsabilizar aqueles que divulgam informações falsas. A legislação atual, baseada em tipos penais como injúria, calúnia e difamação, é considerada insuficiente para lidar com casos tão graves, exigindo uma abordagem mais abrangente e eficaz na regulamentação do conteúdo online.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários