BRASIL: CRIMINOSOS TENTAM FURTAR DOAÇÕES DESTINADAS AO RS

VÍDEO: DEPUTADO PROPÕE MUDANÇAS PARA O NOVO ENSINO MÉDIO

O deputado federal Mendonça Filho, representante de Pernambuco, apresentou propostas de mudanças significativas para o Ensino Médio, buscando aprimorar o sistema educacional no Brasil. Entre as sugestões, destaca-se o aumento da carga horária de formação básica de 2.100 para 2.400 horas, com um acréscimo específico de 600 para 900 horas destinadas aos itinerários formativos. Além disso, Mendonça Filho advoga pela implementação do Ensino Médio em tempo integral, destacando a importância de reconhecer os desafios enfrentados pelo antigo modelo educacional.

O projeto de lei substitutivo proposto pelo ex-ministro da educação mantém quatro eixos estruturantes, incluindo a flexibilidade do currículo e o fortalecimento da Base Nacional Comum Curricular. O deputado ressalta que as mudanças são fundamentais para enfrentar a crise de aprendizagem e a evasão escolar no Ensino Médio, proporcionando maior protagonismo aos jovens na definição de seus itinerários formativos e conectando a educação técnica à empregabilidade.

Além das iniciativas do deputado Mendonça Filho, outra questão educacional em destaque é a regulamentação das escolas cívico-militares. A proposta deve retornar às discussões na Assembleia Legislativa de São Paulo, com o governador Tarciso de Freitas incentivando a aprovação. O deputado da base governista, Tenente Coimbra, espera que o projeto seja pautado no início de 2024, prevendo discussões e consultas para a implementação de novas escolas desse modelo.

Aviso: nós do blog Pensando Direita estamos sendo perseguidos por políticos e seus assessores nos grupos de WhatsApp! Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários