BRASIL: EXCESSO DE CHUVAS EM SC CAUSA ALAGAMENTOS E APREENSÃO

VÍDEO: MINISTRO DE LULA SE RECUSA A COMENTAR FALAS DO PETISTA NA COP 28

Após a polêmica declaração do presidente Lula na COP 28, onde afirmou que "a raposa está cuidando do galinheiro", o ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, esteve na Câmara dos Deputados, mas optou por não comentar as palavras do chefe do Executivo brasileiro.

A fala de Lula gerou atrito com o setor do agronegócio, especialmente em relação ao novo Marco temporal. Uma semana antes da sessão do Congresso que analisará vetos significativos sobre o tema, a referência de Lula ao agronegócio em Dubai incendiou o debate. O ministro Fávaro, ao ser questionado, se absteve de fazer comentários sobre a declaração do presidente, mantendo-se fora do embate.

A expectativa para a sessão do congresso foi novamente adiada, agora marcada para a próxima semana. A falta de acordos e a semana esvaziada foram citadas como motivos para o adiamento, que impacta a análise de cinco vetos, incluindo questões cruciais relacionadas ao agronegócio, marcando uma semana de intensos debates no cenário político nacional.

Aviso: nós do blog Pensando Direita estamos sendo perseguidos por políticos e seus assessores nos grupos de WhatsApp! Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários