BRASIL: MINISTRO DE LULA FALA EM CRIAR COTAS PARA “TRANS”

BRASIL: APÓS PRESSÕES DE EVANGÉLICOS, GOVERNO LULA REVISA MEDIDA CONTROVERSA CONTRA PASTORES

Em meio à controvérsia gerada pela suspensão da isenção tributária concedida a pastores, o governo federal estabeleceu um grupo de trabalho dedicado a discutir a regulamentação da imunidade tributária para líderes religiosos. Membros da bancada evangélica se encontraram com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, para debater a decisão e buscar uma solução consensual para a questão.

Confira detalhes no vídeo:


A suspensão da isenção tributária a pastores gerou uma ampla discussão na sociedade, especialmente entre os parlamentares ligados à bancada evangélica. O estabelecimento desse grupo de trabalho sinaliza a intenção do governo de buscar um entendimento e uma regulamentação mais claros sobre a imunidade tributária dos líderes religiosos, evitando conflitos e garantindo uma abordagem mais equilibrada em relação à tributação dessas entidades. 

O diálogo entre os parlamentares e o ministro da Fazenda reflete a busca por um consenso que respeite as especificidades religiosas e as questões fiscais do país.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários