BRASIL: MINISTRO DE LULA FALA EM CRIAR COTAS PARA “TRANS”

BRASIL: JUDICIÁRIO TOMA DECISÃO SOBRE SUSPEITOS DE AGREDIR MEMBROS DO MBL

A Justiça concedeu liberdade provisória aos dois suspeitos de agredir voluntários do Movimento Brasil Livre durante a coleta de assinaturas para a criação de um novo partido na Avenida Paulista no último domingo. Os agressores, inicialmente indiciados por associação criminosa e tentativa de homicídio, foram liberados com o uso de tornozeleira eletrônica após audiência de custódia. 

Confira detalhes no vídeo:



As vítimas, incluindo o coordenador do MBL Vinícius Marzo, foram atacadas com soco inglês, gerando preocupações sobre a liberdade de expressão e a segurança dos ativistas políticos. A liberação dos suspeitos provocou debates sobre a eficácia do sistema de justiça brasileiro, com críticas à suposta impunidade e à fragilidade da segurança pública. 

O episódio reacendeu discussões sobre a violência política e a necessidade de proteção para aqueles que exercem seus direitos democráticos, ressaltando a complexidade do cenário político e social do país. As opiniões divergentes sobre o papel do sistema judicial evidenciam os desafios enfrentados na busca por justiça e segurança para todos os cidadãos.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários