BRASIL: AVIÃO FAZ POUSO SURPREENDENTE EM RODOVIA DE SP

VÍDEO: CHINA PREPARA MOVIMENTAÇÃO ECONÔMICA QUE PODE PREJUDICAR O BRASIL EM 2024

A China, enfrentando desafios econômicos, planeja reduzir suas compras de soja e milho do Brasil em 2024, gerando preocupações para os agricultores exportadores brasileiros. A situação delicada na economia chinesa, marcada por quedas nas taxas de reinvestimento e deflação nos últimos trimestres, levanta incertezas sobre a demanda por commodities brasileiras. 

O governo chinês adotou medidas internas, como a redução do plantel de suínos, na tentativa de estabilizar os preços da carne em meio a uma demanda interna em declínio. O economista Samana destaca que, apesar das preocupações climáticas afetarem a produção de soja no Brasil, o tamanho da safra importa pouco se a demanda chinesa continuar em declínio. 

A queda nos preços da soja, que já atingiu aproximadamente R$ 100 por saca, e a possível redução na área plantada de milho indicam desafios para o agronegócio brasileiro em 2024, especialmente em meio à significativa importância dessas commodities nas exportações.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários