BRASIL: AVIÃO FAZ POUSO SURPREENDENTE EM RODOVIA DE SP

VÍDEO: EMPRESA SUSPEITA DE FACILITAR FUGA DE PRISÃO EM MOSSORÓ TEM CONTATO COM AGU

Após a fuga de Deibson Cabral Nascimento e Rogério da Silva Mendonça da penitenciária federal de Mossoró, uma investigação foi desencadeada, suspeitando do uso de indivíduos "laranjas" para facilitar o escape. A empresa R7 Facilities, responsável pela obra no telhado da prisão e contratada pela Advocacia-Geral da União (AGU), está sob escrutínio. 

Autoridades estão determinadas a esclarecer se houve colaboração interna para viabilizar a fuga dos detentos. A participação de uma empresa contratada para reformas na penitenciária gera inquietações sobre possíveis falhas na segurança do sistema prisional. 

Esse caso destaca a importância de uma investigação minuciosa para identificar e responsabilizar todos os envolvidos, visando garantir a integridade e a eficiência do sistema carcerário e da administração pública. As autoridades estão empenhadas em elucidar os pormenores dessa fuga e evitar incidentes semelhantes no futuro.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários