BRASIL: PGR DENUNCIA CARLA ZAMBELLI POR “INVASÃO”

VÍDEO: MAGNO MALTA APONTA REAÇÃO EMERGENCIAL DE MANIFESTANTES APÓS MULTIDÃO CLAMAR POR LIBERDADE

O senador Magno Malta expressou sua preocupação nas redes sociais ao comentar sobre a significativa manifestação na Avenida Paulista, que contou com a presença do ex-presidente Jair Bolsonaro. Malta destacou que, apesar das tentativas de amedrontar a população, o povo corajosamente foi às ruas reivindicar o retorno do país aos princípios do Estado de Direito.

"Para aqueles que acreditavam que o medo prevaleceria e que as atrocidades cometidas, incluindo o desrespeito à Constituição e a ausência do estado democrático de direito, iriam deter o povo, estavam enganados", afirmou o senador. Ele ressaltou a presença de pessoas simples nas manifestações, que protestaram contra a narrativa do dia 8 e as penalidades severas impostas sem o devido processo legal.

Magno Malta explicou que a mobilização não foi apenas em defesa de valores, mas também para denunciar a suposta transição para um regime comunista no Brasil, onde o respeito ao ordenamento jurídico e ao parlamento estaria em declínio. Ele destacou a necessidade de restaurar o país para um ambiente democrático, com os três poderes atuando de forma harmônica e respeitosa entre si, diante das recentes declarações do novo ministro do Supremo Tribunal Federal sobre o controle sobre os outros poderes.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários