BRASIL: PREFEITO DE SP DIZ SE VAI À MANIFESTAÇÃO DO DIA 25

VÍDEO: MOURÃO VAI À TRIBUNA DO SENADO COBRAR “REAÇÃO” DAS FORÇAS ARMADAS

Nesta quinta-feira (08/02), o vice-presidente Hamilton Mourão manifestou sua inquietação em relação à operação da Polícia Federal, autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes. Mourão comparou a situação a atos de Adolf Hitler, destacando que mesmo o líder nazista não teria ido tão longe.

Ele enfatizou que os líderes das Forças Armadas não podem se abster diante do que ele considera uma condução arbitrária de processos ilegais. As declarações de Mourão evidenciam a tensão política e institucional vigente, sublinhando a importância do respeito ao Estado de Direito e à separação de poderes. 

Esse posicionamento reitera as preocupações acerca dos limites do poder estatal e a necessidade premente de preservar a integridade das instituições democráticas.


Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários