BRASIL: PGR DENUNCIA CARLA ZAMBELLI POR “INVASÃO”

MUNDO: MILEI SOFRE DERROTA NO SENADO ENVOLVENDO REFORMAS LIBERAIS

O Senado argentino rejeitou as reformas liberais propostas pelo presidente Javier Milei, com 42 votos contra e 25 a favor, além de quatro abstenções. O decreto de necessidade e urgência, que precisava ser ratificado tanto pelo Senado quanto pela Câmara dos Deputados, foi anulado.

Confira detalhes no vídeo:



Entre as reformas revogadas, estava a regulamentação do mercado de aluguéis e normas que limitavam aumentos nas empresas de medicina privada. O projeto também incluía uma reforma trabalhista, suspensa pela justiça em janeiro, aguardando análise da Suprema Corte.

A rejeição representa uma derrota significativa para o presidente argentino, embora ainda dependa da avaliação dos deputados. A disputa entre o governo e a vice-presidente, que conduziu a iniciativa sem consultar Milei, gerou tensões adicionais. A situação destaca os desafios de governar em meio a discursos radicais e a necessidade de diálogo com os poderes legislativos para efetivar mudanças.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários