BRASIL: STF FORMA MAIORIA PARA NOVO ENTENDIMENTO SOBRE FORO PRIVILEGIADO

MUNDO: PRIMEIRO-MINISTRO DE ISRAEL REBATE BIDEN APÓS FALA CONTROVERSA SOBRE A GUERRA

No sábado (09), o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, criticou a abordagem do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, na guerra da Faixa de Gaza, afirmando que ela prejudica mais do que ajuda Israel. Netanyahu rebatou as críticas, declarando que Biden está equivocado e que suas políticas em relação a Gaza contam com o apoio da maioria da população. Essa troca de declarações aumenta a tensão na relação entre os dois países, enquanto Biden buscava impor um ultimato ao mandatário israelense sobre a condução do conflito. 

Confira detalhes no vídeo:

O presidente norte-americano vem enfrentando pressões políticas internas e externas para fazer Israel concordar com um cessar-fogo na região, e essa discordância pública entre os líderes pode complicar ainda mais as negociações. O embate verbal entre Biden e Netanyahu reflete as divergências profundas na abordagem do conflito em Gaza, exacerbando as tensões entre os Estados Unidos e Israel. 

Enquanto Biden busca uma solução diplomática e pressiona por um cessar-fogo, Netanyahu defende suas políticas e o apoio popular, destacando uma possível divisão na estratégia internacional para a região.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários