BRASIL: STF FORMA MAIORIA PARA NOVO ENTENDIMENTO SOBRE FORO PRIVILEGIADO

VÍDEO: CÚPULA DA PETROBRAS TENTA LIVRAR LULA DE CULPA POR FALA CONTROVERSA

Integrantes de alto escalão da Petrobras afirmam que houve um equívoco na orientação dada ao presidente Lula para reter os dividendos extraordinários da empresa, a pedido do Ministério de Minas e Energia, liderado por Alexandre Silveira. 

Essa declaração ressalta as possíveis tensões entre o governo e a estatal de energia, evidenciando a delicada dinâmica entre o setor público e as empresas estatais. A decisão de reter os dividendos extraordinários pode acarretar consequências significativas para a Petrobras e seus acionistas, influenciando suas operações e estratégias financeiras. 

Além disso, levanta dúvidas sobre a autonomia da empresa em suas decisões econômicas e o grau de interferência do governo em suas políticas internas. O posicionamento dos líderes da Petrobras sugere um ambiente de incerteza e conflito em relação à gestão financeira da empresa sob a nova administração.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários