BRASIL: PGR DENUNCIA CARLA ZAMBELLI POR “INVASÃO”

VÍDEO: DITADOR AMIGO DE LULA MANDA PRENDER LÍDER DA CAMPANHA DA OPOSIÇÃO

No mais recente episódio da crescente tensão política na Venezuela, o coordenador da campanha de María Corina Machado, destacada opositora do governo ditatorial de Nicolás Maduro, foi detido pelo regime. A prisão de Emill Brandt Ulloa gerou uma onda de preocupação, com organizações de defesa dos direitos humanos denunciando a ação do governo. 

A procuradora venezuelana, em resposta, justificou a prisão, alegando a existência de um mandado de prisão devido à evasão da justiça e à ausência em uma convocação do Ministério Público. As acusações contra Ulloa incluem supostos crimes de conspiração, violência de gênero e desacato a policiais, aprofundando as preocupações sobre o respeito aos direitos humanos no país.

Este incidente reflete o clima político volátil na Venezuela, com a comunidade internacional observando de perto as ações do governo de Maduro e as implicações para o futuro da democracia no país.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários