BRASIL: MST INVADE ÁREA DO GOVERNO FEDERAL

VÍDEO: ESQUERDA SURTA COM NIKOLAS FERREIRA NO COMANDO DA COMISSÃO DE EDUCAÇÃO

A designação de Nikolas Ferreira para presidir a Comissão de Educação tem causado controvérsias entre os membros da esquerda. Com uma votação de 22 a favor e 15 contra, o deputado enfatizou a relevância de assuntos como o Plano Nacional de Educação e o debate sobre o homeschooling no Brasil. 

Ferreira ressaltou a importância de abordar questões fundamentais para o sistema educacional, como a violência nas escolas. Paralelamente, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) será liderada pela deputada Caroline de Toni, do PL. 

Essas mudanças representam uma reorganização significativa na dinâmica legislativa, com Ferreira e De Toni assumindo papéis-chave em comissões de grande importância. O destino da legislação educacional e jurídica no país está em evidência, enquanto Brasília se prepara para momentos decisivos.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários