BRASIL: MST INVADE ÁREA DO GOVERNO FEDERAL

VÍDEO: MAIS UM FILHO DE BOLSONARO VAI DISPUTAR ELEIÇÃO EM 2024

Jair Renan, filho do ex-presidente Jair Bolsonaro, está prestes a entrar oficialmente na arena política ao se filiar ao PL em Santa Catarina, visando uma candidatura a vereador em Balneário Camboriú. O movimento marca sua estreia na vida pública, e membros da família Bolsonaro preveem sucesso em sua trajetória política. O evento de filiação contará com a presença do pai, Jair Bolsonaro, destacando o respaldo familiar à jornada política de Jair Renan. Simultaneamente, seu irmão, Carlos Bolsonaro, também se filiará ao PL no Rio de Janeiro, buscando a reeleição como vereador, reforçando assim a presença política da família em esferas municipais.

A entrada de Jair Renan na política catarinense ocorre em um estado com forte apoio bolsonarista, onde Leandro Ferreira já se destaca como candidato eleito. O movimento ressalta a consolidação do clã Bolsonaro em diferentes instâncias políticas, agora com representação em Santa Catarina e no Rio de Janeiro.

O ingresso de Jair Renan, filho de Jair Bolsonaro, na política pelo PL em Santa Catarina, onde pretende concorrer a vereador em Balneário Camboriú, destaca a expansão do clã Bolsonaro em diferentes esferas políticas. O evento de filiação, com a presença do ex-presidente, sublinha o apoio familiar à incursão política de Jair Renan. Paralelamente, Carlos Bolsonaro também se filiará ao PL no Rio de Janeiro, reforçando a presença da família na política municipal, enquanto busca sua reeleição como vereador. Esses movimentos ressaltam a influência política duradoura da família Bolsonaro em diferentes regiões do Brasil.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários