BRASIL: AVIÃO FAZ POUSO SURPREENDENTE EM RODOVIA DE SP

VÍDEO: PACHECO FALA EM PROJETO PARA “REGULAR” INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

A discussão sobre o uso de Inteligência Artificial nas eleições de outubro avança, após a Justiça Eleitoral definir normas para sua utilização. O senador Marcelo Castro apresentará hoje detalhes do novo Código Eleitoral no Senado, incluindo a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que busca o fim da reeleição no Poder Executivo e a extensão dos mandatos para cinco anos. 

As novas regras não serão aplicadas nas eleições municipais deste ano, mas a atenção se volta para a regulamentação do uso de Inteligência Artificial, crucial diante dos desafios contemporâneos. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, espera aprovar a disciplina da Inteligência Artificial até abril, abrangendo não apenas as eleições, mas diversas áreas.

Nesta semana, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou resolução regulamentando o uso de Inteligência Artificial nas eleições municipais. A norma proíbe deepfakes, que alteram voz e imagem, e responsabiliza plataformas por conteúdos prejudiciais, como desinformação e discursos de ódio. O senador Rodrigo Pacheco destacou que dialogou sobre a resolução com a ministra Carmen Lúcia, autora da norma, enfatizando a importância de manter os limites éticos e democráticos no uso da tecnologia durante o processo eleitoral.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários