VÍDEO: MORAES ACUSA UOL DE “FAKE NEWS E NOTÍCIAS FRAUDULENTAS”

VÍDEO: EM MEIO A TENSÕES COM LULA, ARTHUR LIRA MUDA O TOM AO SE DIRIGIR AO GOVERNO PETISTA

Depois de expressar críticas ao ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, o presidente da Câmara, Arthur Lira, optou por voltar atrás e admitiu ter errado ao se referir a ele como 'desafeto pessoal' e 'incompetente'. 

Em um tom mais moderado, Lira reconheceu sua falha, mostrando uma atitude de recuo em relação aos seus comentários anteriores. Apesar disso, ele manteve suas críticas ao governo, evidenciando que suas divergências com a administração continuam presentes. 

Essa mudança de postura por parte de Lira parece ser uma tentativa de suavizar as tensões e promover uma atmosfera política mais harmoniosa, ao admitir seus equívocos e adotar uma abordagem mais conciliatória em relação tanto ao ministro quanto à gestão governamental.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários