BRASIL: CRIMINOSOS TENTAM FURTAR DOAÇÕES DESTINADAS AO RS

BRASIL: JUDICIÁRIO DETERMINA QUE EMPRESA DONA DO WHATSAPP EXCLUA POSTAGEM SOBRE RS EM ATÉ 24H

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS) emitiu uma decisão determinante, exigindo que a Meta, empresa proprietária do Facebook, remova em um prazo de 24 horas todas as publicações que questionam a eficácia das ações governamentais em resposta à tragédia climática que assolou o estado. A medida visa conter a disseminação de informações que possam gerar desinformação ou descredibilizar os esforços de socorro às vítimas.

Confira detalhes no vídeo:


Essa determinação levanta debates sobre a liberdade de expressão e o controle de conteúdo nas redes sociais, destacando o papel das plataformas digitais na disseminação de informações durante crises. 

Além disso, ressalta a importância da verificação e da responsabilidade ao compartilhar conteúdos sensíveis em momentos de emergência, visando preservar a integridade das informações e evitar a propagação de informações falsas ou prejudiciais.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários