BRASIL: PRESIDENTE DE PARTIDO DO CENTRÃO SE ENTREGA À PF

BRASIL: DEPUTADO COMUNISTA CRITICA COLEGA POR NÃO USAR TERNO E É CHAMADO DE “CONSERVADOR”

A crítica do deputado comunista, Orlando Silva, ao colega Paulo Bilynskyj por não usar terno tem provocado uma repercussão negativa. Durante a sessão da CCJ que discutia a PEC das drogas, Silva sugeriu que Bilynskyj se retirasse e se vestisse adequadamente conforme o regimento da Casa.

Confira detalhes no vídeo:


Chico Alencar, deputado do Psol, reagiu chamando Silva de "conservador", contrapondo que o vestuário não deveria ser motivo de debate quando se trata de caráter. A troca de palavras revela uma discordância não apenas sobre o protocolo de vestimenta na Câmara, mas também sobre valores e posturas políticas.


O episódio expõe tensões e diferenças ideológicas dentro do cenário político brasileiro, demonstrando que as divergências vão além das questões legislativas e alcançam aspectos simbólicos e culturais que permeiam o ambiente parlamentar.

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Comentários