BRASIL: STF IMPÕE PRAZO DE 10 DIAS PARA GOVERNO TARCÍSIO “SE EXPLICAR”

O Supremo Tribunal Federal (STF) causou controvérsia ao determinar que o governo de São Paulo explique, em um prazo de dez dias, o funcionamento das escolas cívico-militares. A decisão foi tomada pelo ministro Alexandre de Moraes em resposta a questionamentos do PT, que alega que esse modelo educacional viola princípios constitucionais, aumenta os custos públicos e pode prejudicar o desenvolvimento dos alunos.

Confira detalhes no vídeo:


Segundo o partido, as escolas cívico-militares propõem salários mais altos para militares e professores, o que contraria a equidade no sistema educacional público. A iniciativa tem gerado debates acalorados sobre a eficácia do modelo e seus impactos no ensino. 

Enquanto defensores argumentam que essas escolas promovem disciplina e valores cívicos entre os estudantes, críticos afirmam que podem representar um retrocesso nos avanços educacionais e uma interferência desnecessária das Forças Armadas na educação pública.

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Comentários