BRASIL: MORO EXPÕE PROBLEMA ABSURDO DO GOVERNO LULA

VÍDEO: POR QUE A PF CORRE PARA CONCLUIR INQUÉRITOS CONTRA BOLSONARO

A Polícia Federal pretende concluir até julho os inquéritos que investigam o ex-presidente Jair Bolsonaro. A pressa se deve à intenção da Procuradoria-Geral da República (PGR) de evitar qualquer influência nas eleições municipais de outubro. Bolsonaro é alvo de cinco investigações no Supremo Tribunal Federal (STF), incluindo suspeitas de tentativa de golpe de estado.

Investigadores afirmam já haver elementos suficientes para condenação em alguns casos. A aceleração dos inquéritos visa não interferir no processo eleitoral, conforme comentado por especialistas. A preocupação é que uma denúncia formal próxima ao período eleitoral possa impactar as votações.

Críticos alertam sobre o uso da polícia como instrumento político, mencionando a necessidade de investigações rigorosas e imparciais, independentemente do calendário eleitoral. Eles destacam que a justiça deve focar na apuração dos fatos e não ser usada como palanque político, garantindo o cumprimento das leis e a credibilidade das instituições democráticas.

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Comentários