VÍDEO: ESTUDANTE SURPREENDE E COBRA LULA FRENTE A FRENTE EM PÚBLICO

Na sexta-feira, 6 de julho de 2024, a estudante de Direito Jamilly Fernandes Assis fez uma crítica pública ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) devido às obras incompletas na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), campus de Quitaúna. Durante a cerimônia de inauguração do novo campus em Osasco (SP), Jamilly expressou sua decepção após 14 anos de espera, observando que apenas metade das obras planejadas foi finalizada.


"Ainda não testemunhamos a conclusão total da Unifesp Quitaúna", declarou Jamilly, sublinhando a necessidade de mais melhorias. Ela enfatizou os desafios contínuos enfrentados pela universidade em termos de inclusão e condições adequadas para os estudantes.


As declarações de Jamilly ressaltam a persistência dos problemas estruturais nas instituições de ensino superior do Brasil e a demanda constante por investimentos para garantir um ambiente educacional justo e acessível a todos os estudantes.

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Comentários