BRASIL: MST INVADE ÁREA DO GOVERNO FEDERAL

VÍDEO: JORNALISTA É CONDENADA NA JUSTIÇA POR CHAMAR TRANS DE “CARA”



O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo emitiu uma determinação na qual a jornalista Madeleine Lacsko é obrigada a pagar uma compensação financeira de R$ 3 mil à influencer Rebecca Gaia, que se identifica como uma mulher transgênero. Essa condenação foi resultado de uma publicação feita por Lacsko no Twitter, na qual ela usou a expressão "cara" para se referir a Gaia.

O tribunal baseou sua decisão considerando o alegado caráter ofensivo e discriminatório do comentário feito pela jornalista, que, segundo se afirma, desrespeitou a identidade de gênero de Rebecca Gaia. A indenização foi fixada com o propósito de reparar os danos causados à influencer, tanto no aspecto emocional quanto na esfera da imagem.




Aviso: nós do blog Pensando Direita estamos sendo perseguidos por políticos e seus assessores nos grupos de WhatsApp! Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários