BRASIL: MORO EXPÕE PROBLEMA ABSURDO DO GOVERNO LULA

BRASIL: PARLAMENTARES E COLEGAS REAGEM À PRISÃO DE JORNALISTA DE DIREITA


Manifestações de senadores, deputados, advogados e jornalistas ocorreram após a prisão do jornalista Allan Frutuozo, do Canal Vista Pátria, no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, quando se preparava para viajar com a família. Pelas redes sociais, cidadãos em geral também demonstraram preocupação com a normalização de prisões políticas no país.

Confira detalhes no vídeo:

O advogado de Allan Frutuozo relatou as circunstâncias da prisão, explicando que havia um mandado de prisão expedido pelo juiz de plantão em Brasília relacionado a "atos antidemocráticos". O processo foi distribuído por prevenção para o Supremo Tribunal Federal (STF), e o advogado protocolou uma petição para ter acesso ao processo e defender seu cliente.

Políticos como o senador Carlos Portinho e a deputada federal Bia Kicis manifestaram indignação com a prisão do jornalista. A advogada Fabiana Barroso questionou o sigilo do processo e a competência do STF no caso. Já o deputado federal José Medeiros criticou a prisão de jornalistas, considerando esse cenário um momento sombrio para a liberdade de expressão no Brasil.

Aviso: nós do blog Pensando Direita estamos sendo perseguidos por políticos e seus assessores nos grupos de WhatsApp! Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários

Postar um comentário

Cadastre seu e-mail na barra "seguir" para que você possa receber nossos artigos em sua caixa de entrada e nos acompanhe nas redes sociais.