BRASIL: SENADOR IZALCI ANALISA ANDAMENTO DA PEC DAS DROGAS

BRASIL: MORAES ENTRA EM CONTRADIÇÃO AO ORDENAR PRISÃO DE EX-DIRETOR DA PRF


Na coletiva realizada no dia da votação, o Ministro do Supremo e presidente do TSE, Alexandre de Moraes, fez uma declaração de destaque. Ele assegurou que nenhuma das operações de fiscalização realizadas pela Polícia Rodoviária Federal teve a intenção de impedir o direito das pessoas de votarem. 

Confira mais detalhes no vídeo:

O próprio Ministro chamou atenção para essa afirmação, sublinhando que em nenhum caso as operações policiais afetaram a participação dos eleitores nos dois turnos das eleições. É notável que o mesmo Ministro que enfatizou a importância da votação livre e sem obstáculos também autorizou a prisão do diretor da Polícia Federal, Silvinei Vasques. 

Essa dualidade de posições traz à tona debates sobre a independência dos poderes e a complexidade das decisões no contexto político e jurídico. A declaração na coletiva ressalta o compromisso com a democracia, enquanto outras ações podem gerar questionamentos sobre a dinâmica entre as instituições.

Aviso: nós do blog Pensando Direita estamos sendo perseguidos por políticos e seus assessores nos grupos de WhatsApp! Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários