BRASIL: STF FORMA MAIORIA PARA NOVO ENTENDIMENTO SOBRE FORO PRIVILEGIADO

BRASIL: RICARDO SALLES VOLTA ATRÁS SOBRE PRORROGAR CPI DO MST

Durante a sessão da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), uma cena inusitada aconteceu quando o deputado Marco Feliciano acusou Rogério Carvalho, do partido petista, de ter cuspido nele após um acalorado bate-boca. Diante disso, o presidente da comissão, Arthur Maia, solicitou a análise das imagens registradas durante a sessão para investigar o incidente.

Confira mais detalhes no vídeo:



O episódio foi seguido por um apelo à moderação da deputada Jandira Feghali, que pediu por calma e respeito nas discussões. A acusação de cusparada gerou debates acalorados e trouxe à tona questionamentos sobre a postura dos parlamentares.

A CPI do MST tem sido um espaço de tensões e opiniões divergentes, levantando questões sobre sua eficácia na investigação. No entanto, a intervenção do presidente da comissão para analisar as imagens visa esclarecer o ocorrido, demonstrando a importância de manter a ordem e o respeito no ambiente parlamentar.

Aviso: nós do blog Pensando Direita estamos sendo perseguidos por políticos e seus assessores nos grupos de WhatsApp! Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários