BRASIL: MORO EXPÕE PROBLEMA ABSURDO DO GOVERNO LULA

BRASIL: DEPUTADO AGREDIDO POR COLEGA PETISTA NA CÂMARA CHORA A RELATAR O CASO

Durante uma acalorada sessão na Câmara dos Deputados, diversos parlamentares, incluindo alguns da esquerda, repudiaram veementemente a agressão física perpetrada pelo deputado petista Quaquá contra seu colega Messias Donato. No entanto, a deputada Ana Paula causou controvérsia ao subir à tribuna para defender o agressor, alegando que Quaquá foi, na verdade, o agredido. 

Confira detalhes no vídeo:



A declaração provocou revolta entre os presentes, que contestaram as afirmações da deputada, chamando-as de "vergonhosas" e "mentirosas". Messias Donato, vítima da agressão física, confrontou a deputada, lembrando a todos que os parlamentares representam a população eleitoral. 

Donato expressou sua humilhação diante do ocorrido e destacou que Quaquá, antes da agressão física, insultou verbalmente parlamentares de oposição. O deputado relatou que, em uma entrevista, Quaquá admitiu orgulhosamente a agressão, afirmando que "bateu mesmo" e que, se possível, "bateria de novo".

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários