BRASIL: EXCESSO DE CHUVAS EM SC CAUSA ALAGAMENTOS E APREENSÃO

MUNDO: POR QUE OS EUA LIBERTARAM ALIADO DE MADURO

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou na quarta-feira (20) a libertação de um prisioneiro venezuelano em troca da soltura de 10 americanos detidos na Venezuela. A medida representa um passo adiante na aproximação entre os dois países. Esta ação segue a recente elevação de sanções pelos EUA contra a Venezuela e a retomada da compra de petróleo venezuelano. Essa decisão, segundo analistas, foi impulsionada mais por oportunidades de negócios do que por considerações humanitárias.

Confira detalhes no vídeo:

O venezuelano libertado, Alex Saab, é apontado como um intermediário financeiro de Nicolás Maduro e foi preso nos EUA em 2020 sob acusações de lavagem de dinheiro. A Venezuela classificou a soltura de Saab como uma vitória da diplomacia pacífica, pedindo em troca a remoção das sanções impostas pelos EUA. O presidente Biden expressou gratidão pela libertação dos americanos, destacando o fim do sofrimento deles.

A troca de prisioneiros sinaliza uma tentativa de Joe Biden de melhorar as relações com a Venezuela, destacando a complexidade das dinâmicas geopolíticas na região.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários