BRASIL: MINISTRO DE LULA FALA EM CRIAR COTAS PARA “TRANS”

BRASIL: BOLSONARO DESMASCARA REDE GLOBO SOBRE CASO MARIELLE

Em resposta à delação premiada de Roni Lessa, executor da vereadora Marielle Franco, que apontou o ex-deputado Domingos Brazão como mandante do crime, o ex-presidente Jair Bolsonaro e outros parlamentares reagiram, desmontando narrativas previamente construídas. Bolsonaro resgatou um vídeo de 2019, quando a Rede Globo tentou vinculá-lo ao caso, destacando a estranheza do depoimento de um porteiro rapidamente desmentido. 

Confira detalhes no vídeo:



O ex-presidente afirmou que o caso Marielle se aproxima do fim com a delação de Lessa, encerrando a narrativa criada por parte da imprensa e da militância de esquerda. O vereador Carlos Bolsonaro questionou a falta de pronunciamento de figuras ligadas à Marielle diante da delação, enquanto o senador Flávio Bolsonaro aguarda retratação da imprensa. O deputado Eduardo Bolsonaro destacou a "indignação seletiva" da esquerda após os novos fatos.

Essas revelações colocam em xeque a narrativa previamente construída sobre o envolvimento de Bolsonaro no caso, reacendendo o debate sobre a objetividade da mídia e o papel da imprensa na formação da opinião pública. As reações dos políticos envolvidos e a exposição de contradições alimentam as discussões sobre o caso Marielle Franco, marcado por reviravoltas e complexidades. A divulgação da delação premiada adiciona mais um capítulo à investigação, redefinindo os elementos-chave e direcionando a atenção para diferentes atores no cenário político brasileiro.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários