BRASIL: STF FORMA MAIORIA PARA NOVO ENTENDIMENTO SOBRE FORO PRIVILEGIADO

BRASIL: NOVA PESQUISA LIGA SINAL DE ALERTA NO GOVERNO LULA SOBRE APROVAÇÃO AO PETISTA

Uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira revelou um fato inédito em relação à gestão do presidente Lula. Pela primeira vez desde o início de seu terceiro mandato, a aprovação do desempenho presidencial ficou abaixo de 50%, de acordo com levantamento da Atlas Intel. O estudo, que ouviu mais de 3.000 pessoas, indica que a aprovação caiu de 52% em janeiro para 47%, enquanto o índice de desaprovação subiu de 43% para 46% no mesmo período.

Confira detalhes no vídeo:

Realizada entre os dias 2 e 5 de março, a pesquisa reflete uma tendência preocupante para o governo, destacando uma segunda queda na aprovação presidencial em uma única semana. A analista política Dora Kramer ressalta a importância de interpretar esses números como um sinal de desafios à medida que o governo avança. Este cenário adverso sinaliza uma mudança na percepção pública em relação à administração atual.

Com uma margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos e um nível de confiança de 95%, os resultados da pesquisa sugerem um momento crítico para o governo, exigindo uma análise cuidadosa de como enfrentar possíveis desafios futuros..

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários

  1. nao precisa pesquisa....sai na rua Lula drão...sai na rua...faz como Bolsonaro e vms ver quem o povo ama de verdade

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Cadastre seu e-mail na barra "seguir" para que você possa receber nossos artigos em sua caixa de entrada e nos acompanhe nas redes sociais.