BRASIL: STF FORMA MAIORIA PARA NOVO ENTENDIMENTO SOBRE FORO PRIVILEGIADO

VÍDEO: NOVO LEVANTAMENTO REVELA ULTRAPASSAGEM NA DISPUTA PELA PREFEITURA DE SP

O Instituto Paraná Pesquisas divulgou um novo levantamento sobre a eleição para prefeitura de São Paulo, revelando que o atual prefeito Ricardo Nunes lidera nas intenções de voto pela primeira vez, com 32%, numericamente à frente do deputado federal Guilherme Boulos, que registra 30.1%. Apesar da diferença, ambos estão tecnicamente empatados dentro da margem de erro de 2.7 pontos percentuais. 

No entanto, a pesquisa mostra uma ascensão de Nunes, que anteriormente tinha 24% nas pesquisas, enquanto Boulos se mantém praticamente estagnado, o que pode indicar que a adição de Marta Suplicy como vice de Boulos não teve um grande impacto nas intenções de voto. Nunes tem buscado esconder seu apoio ao governo Bolsonaro, mas Boulos aposta em uma estratégia de alianças políticas para reverter o cenário.

Além disso, a pesquisa mostra que 64% dos paulistanos não votariam em um candidato apoiado por Bolsonaro, o que pode influenciar a estratégia de campanha dos candidatos. Embora a fotografia do momento favoreça Nunes, a dinâmica política pode mudar até as eleições, com outros fatores como a desistência de pré-candidatos e alianças partidárias que podem alterar o cenário eleitoral na capital paulista. Boulos, por sua vez, aposta na força do ex-presidente Lula e na rejeição ao governo Bolsonaro para fortalecer sua campanha, enquanto Nunes busca manter o foco em sua agenda administrativa e de entregas para conquistar mais eleitores.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários