BRASIL: PGR DENUNCIA CARLA ZAMBELLI POR “INVASÃO”

VÍDEO: TARCÍSIO DE FREITAS SE REÚNE COM VEREADORES PARA TENTAR AGILIZAR MEDIDA ESTRATÉGICA DO GOVERNO

O Governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, está comprometido em esclarecer dúvidas e obter apoio para a privatização da Sabesp. Hoje, ele realiza duas reuniões cruciais sobre o tema, começando com um encontro fechado com o prefeito da cidade, Ricardo Nunes, e posteriormente com vereadores da Câmara Municipal. A expectativa é acelerar o processo de privatização, visando concluir os trâmites até o final de 2024. A estratégia envolve convencer os legisladores de que a privatização é benéfica para a capital paulista.

O processo de privatização da Sabesp em São Paulo ganha impulso com a série de reuniões lideradas pelo Governador Tarcísio de Freitas. Após a aprovação por ampla margem na Assembleia Legislativa, o foco agora está na Câmara Municipal, onde Tarcísio busca obter apoio dos vereadores. A privatização da Sabesp é vista como crucial para melhorar o saneamento básico no estado e, se bem-sucedida, pode influenciar positivamente outros municípios.

O Governador Tarcísio de Freitas intensifica seus esforços para construir alianças políticas favoráveis à privatização da Sabesp. Almejando encerrar o processo em 2024, Tarcísio busca o apoio de vereadores da Câmara Municipal de São Paulo. O sucesso dessa empreitada não apenas fortaleceria politicamente Tarcísio, mas também representaria um marco significativo na mudança da estrutura de serviços públicos em São Paulo, especialmente no setor de saneamento.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários