BRASIL: MORO EXPÕE PROBLEMA ABSURDO DO GOVERNO LULA

BRASIL: SENADO APROVA NOVA REGRA PARA O ICMS

Na última quarta-feira (20), o Senado aprovou a medida provisória que modifica as regras de incentivo de subvenções do ICMS para empresas. O texto, já aprovado na Câmara dos Deputados, aguarda agora a sanção presidencial. Essa medida é uma das prioridades do Ministro da Fazenda, Fernando Haddad, na busca por zerar o déficit fiscal em 2024, projetando uma arrecadação de R$ 35 bilhões.

Confira detalhes no vídeo:

A proposta foi aprovada com 48 votos favoráveis e 22 contrários após o governo costurar um acordo com a oposição. Um dos pontos-chave é a proibição de empresas utilizarem o excedente para despesas de custeio, tornando-o isento de impostos federais apenas quando destinado a investimentos. A mudança visa aumentar a arrecadação, contudo, gera debates sobre seu impacto nas empresas.

Apesar do objetivo de zerar o déficit, críticos argumentam que o aumento na arrecadação de R$ 35 bilhões pode sobrecarregar as empresas, prejudicando-as financeiramente, enquanto outras prioridades do governo, como emendas parlamentares, também demandam recursos expressivos.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários