BRASIL: SENADOR IZALCI ANALISA ANDAMENTO DA PEC DAS DROGAS

MUNDO: PRIMEIRO-MINISTRO DE ISRAEL FAZ DURAS CRÍTICAS A LULA EM PRONUNCIAMENTO INTERNACIONAL

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, criticou duramente o presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, por suas declarações comparando as operações em Gaza ao Holocausto. Netanyahu afirmou que Lula "desonrou" a memória dos 6 milhões de judeus assassinados pelos nazistas ao fazer tal comparação. 

Confira detalhes no vídeo:



Ele acusou Lula de "demonizar" o Estado judeu, referindo-se a Israel como o "antissemita mais virulento". Netanyahu concluiu seu discurso televisionado afirmando que Lula deveria ter "vergonha de si mesmo" por suas palavras.

As declarações de Netanyahu refletem a intensificação das tensões diplomáticas entre Israel e o Brasil devido às observações controversas feitas por Lula. O embate evidencia a sensibilidade em torno do Holocausto e das relações entre Israel e outros países, destacando a repercussão internacional das declarações políticas sobre questões históricas e geopolíticas.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários