BRASIL: SENADOR IZALCI ANALISA ANDAMENTO DA PEC DAS DROGAS

VÍDEO: COMO FOI O AGUARDADO DISCURSO DE BOLSONARO NA PAULISTA

No último domingo, dia 25 de fevereiro de 2024, o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) contestou a noção de uma tentativa de golpe de Estado após as eleições de 2024. Durante um evento, ele advogou por um projeto de anistia destinado às pessoas envolvidas nos eventos de 8 de janeiro de 2023, quando houve invasões e vandalismo nas sedes dos Três Poderes. 

Bolsonaro se referiu a esses indivíduos como "pobres coitados". A declaração do ex-presidente destaca sua posição em relação aos acontecimentos, buscando uma abordagem de reconciliação e perdão em meio às tensões políticas e sociais. 

Suas palavras refletem sua postura perante questões de ordem pública e seu desejo de buscar uma solução pacífica para os conflitos que têm marcado o cenário político recente.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários