BRASIL: CRIMINOSOS TENTAM FURTAR DOAÇÕES DESTINADAS AO RS

BRASIL: JUDICIÁRIO ANULA IMPORTANTE VITÓRIA DE TARCÍSIO NO PARLAMENTO

A Câmara de Vereadores de São Paulo aprovou um projeto que autoriza a prefeitura a firmar um novo contrato com a Sabesp após a privatização da empresa. A votação, que teve 37 votos a favor e 17 contra em segundo turno, foi seguida pela sanção do texto pelo prefeito Ricardo Nunes em uma edição extra do Diário Oficial da Cidade. 

Confira detalhes no vídeo:


Antes da votação, houve uma audiência pública para debater o tema com grupos favoráveis e contrários à proposta. Durante a sessão que selou a aprovação, o vereador Rubinho Nunes foi interrompido várias vezes por militantes contrários à privatização. 

No entanto, a justiça de São Paulo anulou essa votação, argumentando que não houve debate suficiente sobre o assunto. A decisão judicial gerou debates sobre a competência do Judiciário para interferir em questões que envolvem o Legislativo, argumentando que esse é um assunto a ser resolvido dentro do Parlamento.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários

  1. Eu Analdo, sou afavor da Privatização não só a SABESP, como qualquer empresa regulada pelo o ESTADO, ELA só serve como CABIDE DE EMPREGO, nunca se ver falar de LUCRO, é só PREJUÍZO, tornando esse objeto falido, porquê quém está dentro são afilhados de POLÍTICOS LADRÕES (CORRUPTOS), a JUSTIÇA tem por obrigação acatar determinação do ESTADO, não ficar dando parecer que não é da ousada do JUDICIÁRIO, isso apenas vai se enrolando tempo, Tarcicio invista com essa privatização e quantas outras, aumentará empregos, renderá lucros e não dividento(prejuizo).

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Cadastre seu e-mail na barra "seguir" para que você possa receber nossos artigos em sua caixa de entrada e nos acompanhe nas redes sociais.