BRASIL: MINISTRO DE LULA FALA EM CRIAR COTAS PARA “TRANS”

BRASIL: SENADOR ESPERIDIÃO AMIN DEFENDE RESTRIÇÃO A PODERES DO STF

O senador Esperidião Amin expressou sua defesa pela restrição dos poderes dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) em uma entrevista à TV Senado. Ele argumentou que há uma "enfermidade" dentro do Supremo, evidenciada por vários sintomas, incluindo o processo contínuo do inquérito 4781, iniciado em 2019 e liderado pelo ministro Alexandre de Moraes, que Amin comparou a uma "inquisição" com um inquisidor nomeado.

Confira detalhes no vídeo:


Amin enfatizou que os excessos do STF não se limitam aos inquéritos políticos e destacou a importância de debater o Estado de Direito no Brasil diante dessas questões. Ele alertou para as decisões do judiciário que, segundo ele, têm atacado violentamente o Estado de Direito, especialmente na perseguição a apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro e a pessoas com discursos diferentes do estabelecido pelo que ele chamou de "cartel midiático".

O senador citou exemplos de inquéritos administrativos, como o conduzido por Luís Felipe Salomão, ex-corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, que resultou no confisco da renda de sites e canais conservadores, como a Folha Política, destacando uma ação que, segundo ele, afeta a liberdade de expressão.

Garanta acesso ao nosso conteúdo clicando aqui, para entrar no grupo do WhatsApp onde você receberá todas as nossas matérias, notícias e artigos em primeira mão (apenas ADMs enviam mensagens).

Clique aqui para ter acesso ao livro O Brasil e a pandemia de absurdos, escrito por juristas, economistas, jornalistas e profissionais da saúde conservadores sobre os absurdos praticados durante a pandemia de Covid-19, como tiranias, campanhas anticientíficas, atos de corrupção, inconstitucionalidades por notáveis autoridades, fraudes e muito mais.

Comentários